A SES (Euronext Paris e Bolsa de Valores do Luxemburgo: SESG) anunciou hoje que o satélite SES-15 foi lançado com sucesso a bordo de um foguete Soyuz a partir do Centro Espacial Guiana em Kourou, na Guiana Francesa, às 08:54, hora local. Esse é o primeiro satélite da SES a ser lançado em um foguete Soyuz para uma missão de transferência de órbita geoestacionária.

O SES-15 carrega uma carga útil híbrida, composta por feixes Ku de cobertura ampla e capacidade de HTS (sigla em inglês para Satélite de Alto Rendimento) de banda Ku, com conectividade a gateways em banda Ka. O primeiro satélite híbrido da SES ficará na posição orbital de 129 graus Oeste e está equipado com 16 transponders de banda Ku (equivalente a 36MHz), bem como capacidades HTS para atender a América do Norte, México, América Central e Caribe.

A carga útil do SES-15 proporcionará uma cobertura otimizada e flexível para os principais provedores de serviços de conectividade e entretenimento (IFC/IFE) globais, como Global Eagle Entertainment, Gogo e Panasonic Avionics.

Além disso, o SES-15 tem um feixe amplo dedicado, projetado para permitir que os provedores de IFC/IFE possam entregar transmissão ao vivo de conteúdo de TV em todas as rotas de voo por todo os EUA, incluindo o Havaí e o Alasca, bem como Canadá, Caribe e México. Essa combinação única de feixes permite que os provedores IFC/IFE otimizem o uso da capacidade de HTS para tráfego na Internet e a cobertura Ku de de feixe amplopara transmissão de conteúdo.

O satélite também permite redes VSAT e outras aplicações de tráfego intenso de dados, tais como as do governo e do setor marítimo.

O SES-15 também transporta uma carga útil hospedada chamada WAAS (Wide Area Augmentation System), que permitirá que a Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA aumente a precisão dos Sistemas de Posicionamento Global (GPS) com o objetivo de melhorar sua precisão, integridade e disponibilidade para a indústria da aviação.

O satélite é equipado com um sistema de propulsão elétrico para manobras orbitais.

"O lançamento bem-sucedido do SES-15 é o primeiro de nossos três satélites híbridos, que tem tanto feixes amplos quanto capacidade de alto rendimento. O SES-15, junto ao satélite híbrido SES-14 que será lançado em breve, e nossos satélites em órbita existentes oferecem a plataforma aeronáutica mais robusta da América do Norte ", disse Martin Halliwell, Chief Technology Officer da SES. "O SES-15 nos permitirá fortalecer nossa capacidade de fornecer serviços de última geração em mercados de alto volume de dados, como a banda larga marítima e corporativa".

“A SES é uma parceira de longa data e estamos muito satisfeitos por fazer parte da sua importante jornada no sentido de servir os mercados aeronáuticos e de dados em constante crescimento com o lançamento de êxito do SES-15 num foguete Soyuz", afirmou Stephane Israël CEO da Arianespace.